Rua Dr. Sebastião da Hora, 404 / Segunda à Sexta das 07:00 às 13:00

Estabelecimentos de Porto de Pedras aderem ao Selo Turismo Responsável

Para que os turistas se sintam mais seguros a viajar e frequentar estabelecimentos de lazer foi criado, em 2020, o “Selo Turismo Responsável, Limpo e Seguro”, conferido aos locais que se comprometem a cumprir protocolos para a prevenção da Covid-19. Neste mês, o Ministério do Turismo chegou a 28.200 selos emitidos para prestadores de serviços e guias de turismo em todo o país.

Os pré-requisitos para a obtenção do selo, que tem o apoio da Organização Mundial do Turismo (OMT) e de cerca de 200 grandes empresas do setor em todo o mundo, são atualizados conforme as informações disponíveis sobre a Covid-19. A marca segue recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

O selo também traz mais segurança para os trabalhadores do setor. Ele deve estar em local visível para os clientes e tem um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento ou profissional.

Cuidados específicos por setor

O selo está disponível para 15 atividades turísticas, como meios de hospedagem, parques temáticos, restaurantes, cafeterias, bares, centros de convenções, feiras, exposições e guias de turismo. Cada setor tem um protocolo básico e um específico a ser seguido, elaborados a partir de diretrizes internacionais e validados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Para os meios de hospedagem, por exemplo, os protocolos específicos tratam da sanitização das áreas comuns, dos quartos, das áreas onde são servidos alimentos e das áreas de lazer. Também traz orientações sobre as medidas a serem adotadas em situações de suspeita ou caso confirmado de Covid-19 entre os hóspedes.

No caso dos bares e restaurantes, o protocolo específico prevê que as superfícies das mesas e cadeiras devem ser limpas sempre que um cliente deixar o local e que seja priorizado o uso de utensílios descartáveis, como copos e talheres.

Em  Porto de Pedras, uma das cidades turísticas do litoral Norte de Alagoas, 27 empreendimentos e pessoas já têm o Selo Turismo Responsável e seguem os protocolos sanitários estabelecidos. Na cidade localizada a 100 km de Maceió. os turistas podem conferir atrativos como piscinas naturais, praias de águas mansas e mornas, história, cultura, artesanato e gastronomia.

A secretária municipal de Turismo, Zélia Cavalcanti destaca a importância desse selo e fala do compromisso do prefeito Henrique Vilela de apoiar o setor  a se adequar à nova realidade e em garantir a confiança das pessoas que frequentam hotéis, bares, restaurantes e meios de transportes. “Nosso objetivo é divulgar a existência do selo e estimular que todos os atores do turismo na cidade obtenham o selo, a exemplo do trabalho que fizemos para conquistar o selo “Safe Travels” para o município”.

Como obter o selo

O selo é totalmente gratuito e para solicitá-lo, é preciso estar com situação regular no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur).

O interessado precisa acessar o site do projeto, ler as orientações previstas no protocolo e aderir à autodeclaração de que atende aos pré-requisitos determinados. Com tudo preenchido, o solicitante é encaminhado para uma área do site onde pode fazer o download do selo e imprimir para colocar no estabelecimento.

Este selo é diferente do título conferido pelo Safe Travels do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), um reconhecimento pela adoção de protocolos de biossegurança contra o novo coronavírus. É o caso de Porto de Pedras, que adota protocolos globais de saúde e higiene no contexto da Covid-19. O Safe Travels foi criado pelo WTTC para inspirar a confiança de viajantes e impulsionar a retomada do turismo. Gloria Guevara, presidente e CEO da entidade, destaca vantagens do reconhecimento. “À medida que a popularidade do selo continua a crescer, os viajantes serão mais facilmente capazes de reconhecer os destinos em todo o mundo que adotaram esses importantes protocolos globais”, observa.

Deixe um comentário